sábado, 5 de junho de 2021

Caminhada

Na solidão dos dias às vezes me pergunto
Se alguém realmente se importa comigo
Só queria a alegria de estar junto
O amor parece ser o meu inimigo

Não sei se alguém gosta de mim de verdade
E me pego nessa ansiedade
Na tristeza eu me desfaço
E fico na espera de um abraço

Ser feliz não é assim tão fácil
A vida não é um conto de fadas
Mas não desejo uma paixão fútil
Continuo na minha caminhada


Alécio Souza

10 comentários:

  1. oi, Alécio, faz um tempinho que não passo por aqui, na verdade estive afastado até mesmo do meu próprio blog por uns tempos. creio que qualquer pessoa já tenha sentido, em alguns momentos da vida, o que tuas palavras dizem no teu poema, e não sou uma pessoa de muitas certezas (prefiro as perguntas), mas acredito que há, sim, algumas pessoas que gostam de nós de verdade, e há outras que é melhor que nem gostem mesmo. antes de tudo, é preciso sempre gostar da nossa própria companhia! um abraço, meu amigo, até mais!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ulisses, bom te ver aqui de volta ao blog, as suas opiniões e postagens fazem muita falta. Também acredito que algumas pessoas realmente gostem da gente, mas nesse mundo de hoje as relações estão mais vazias e frias. Agora precisamos gostar da pessoa que nos tornamos, isso é fundamental. Um abraço amigo!

      Excluir
  2. AlécioAinda bem jovem
    Eu tinha um pedido pra Vida:
    Ser Feliz. Pois minha infância
    e adolescência havia sido muito
    conturbada.
    Cedo fui encontrada pela fé
    e com ela consegui atingir meu objetivo.
    Aos 19 já havia encontrado o amor e constitui
    uma família solida e feliz, aos 27 anos
    já mãe de 2 filhos pude me dedicar ao
    estudo da minha profissão que amo
    na área das artes cênicas.
    Hoje tenho 58 anos, sobrevivi a
    covid e sigo feliz vencendo
    as dificuldades que todo ser
    humano tem.
    O que quero dizer com toda essa
    lenga lenga? Que Vc não desista
    de fazer poesias que encorage
    as pessoas/leitores a refletirem
    sobre suas proprias vidas.
    Nossa escrita é um Espelho marvilhoso!
    Bjins
    CatiahoAlc.


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querida Catiaho, eu fiquei emocionado com as suas palavras. Se eu puder de alguma forma passar uma mensagem para as pessoas com a minha poesia eu me sentirei realizado. Agradeço pelo gentil comentário e pela sua história de vida, você buscou a sua felicidade e a encontrou. Beijos!

      Excluir
  3. Prezado Alécio amigo,
    Que bom - tua poesia
    Prega o amor como guia
    Para que a alma ao abrigo
    Do amor que não é um artigo
    Mas sublime sentimento,
    Possa levar mais alento
    À alma carente de amor.
    Teu poema é um pregador
    Da fé como um sacramento.

    Que espalha poesia espalha amor e solidariedade. Parabéns! Abraço cordial. Laerte.

    ResponderExcluir
  4. Um poema maravilhoso,. Adorei ler! :)
    -
    As cartas escritas com nostalgia ...
    -
    Um excelente fim de semana - Beijo

    ResponderExcluir
  5. Nem sempre é fácil ser feliz. Mas há sempre alguém a gostar de nós.
    Uma boa semana com muita saúde.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  6. Olá, querido menino Alécio!

    Espero que por aí as coisas estejam um pouco melhores e que tua mãe se vá encaminhando, embora com dias melhores e outros piores. Vocês estão aí para ela, como é vossa obrigação.
    Por aqui, a Pandemia regrediu e quase metade da população já está vacinada. É preciso criar imunidade de grupo. Talvez lá para o final desse ano, tu sejas vacinado.

    Qto ao teu poema "Caminhada" eu te entendo muito bem. Queremos um amor sólido e duradouro, coisa não fácil de encontrar.
    Sabes que há muita gente que sente o mesmo que teu poema descreve, e por isso, uns perdem sua autoestima e se anulam, outros vão tentando remar para encontrar algo bom, que o caso do teu eu poético.

    Tua mãe, irmãos e amigos, os verdadeiros, se importam contigo e querem te ver feliz, não tenhas dúvidas, mas mesmo assim são poucos, pke há muitos mais que não querem nem saber se estamos bem ou mal.

    Poucas pessoas gerem bem a solidão, diferente de solitude, e a maioria quer uma companhia para ser feliz, dividir problemas, viver momentos de amor, etc. É compreensível, pois somos seres sociais e precisamos de toda a sociedade em todos os aspetos.

    De facto, a vida não é fácil para a maioria por esse ou por aquele motivo, mas o importante é amar e ser amado.

    Evidente k gostei de teu poema, pois a temática dele é muito realista e se enquadra cada vez mais nos nossos dias.

    Beijos, abraços e boa semana.

    ResponderExcluir
  7. Oi Alécio, um belo poema que traz um pouco da angústia das pessoas em busca de de companheirismo.A solidão é um tema complexo, só cada um é que sabe de suas carências e como vive com elas. Nem sempre a solidão é solitária.
    E no mundo atual tão cheio de conflitos e medos, ela pode ser acentuada.
    A vida não é um conto de fadas, temos que encontrar na realidade coisas que nos dão preenchimento além do amor passional, mas se aparecer alguém que valha a pena, vale arriscar, ainda mais quando se é jovem, mas com os pés no chão, sempre.
    Abração, parabéns pelo poema!

    ResponderExcluir
  8. Dizem que «a segunda prioridade de toda a vida é conquistar um grande amor. A primeira, nunca o perder.» É de facto único e especial o verdadeiro amor, e por vezes difícil de encontrar.

    Adorei o blog que já estou a seguir. Convido-o a visitar também o meu e a seguir se gostar https://primeirolimao.blogspot.com/

    Bom fim-de-semana,
    Vanessa Casais

    ResponderExcluir