terça-feira, 13 de junho de 2017

Minha doce namorada

Minha doce namorada
Que tanto procuro
Muitas vezes até a madrugada
E não te encontro

Será doce como uma flor?
Terá o encanto da poesia?
Como será o meu amor?
Que me trará a alegria?

Minha doce namorada
Onde estás que não aparece?
Como será o seu rosto?
Quero te conhecer

Imagino a tua fisionomia
Linda e cheia de alegria
O brilho nos seus olhos
Algo que contagia

Como será o teu corpo?
Como será o teu beijo?
Será que já te vi?
Despertando por aí o desejo?

Minha doce namorada
Um dia vou te conhecer
Serei feliz ao seu lado
Com você aprenderei a viver


Alécio Souza

Um comentário:

  1. Quanta expectativa?! Com tanto amor para derramar será belo...

    Obrigado pela visita...
    Volte sempre, querido.

    Bjs

    ResponderExcluir