domingo, 25 de outubro de 2015

O mal da raiz

Sou pobre, sou louco
Sou meio caboclo
Um alucinado
Num mundo desvairado
Amo a vida
Pois nela vivo
Sonho com você
Naquele seu beijo
No seu sorriso
Sou alegre, sou triste
Verdadeiro e mentiroso
Minto pra mim mesmo
Minto que não tenho tristeza
Que no mundo só há beleza
Mas no fundo sou realista
Pois tenho ser feliz
Acreditar no país
Pois o mal vem da raiz
Vamos jogá-la fora
E curtir a vida sem demora.

5 comentários:

  1. Olá, querido amigo Alécio!

    Tudo bem por aí? Aqui, também.

    Agradeço sua visita e seu aviso em relação à sua nova postagem, que comentarei depois.

    Tenha uma semana feliz!

    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Olá, querido amigo Alécio!

    Tudo bem com você. Se for 90%, já é bem bom.

    O prometido é devido e cá estou eu pra comentar seu post, que é um pouquinho diferente dos anteriores, mas tb convém mudar e nossa inspiração nem sempre é igual.

    Pois, o problema é o mal que está na raiz. Estou completamente de acordo com você, mas temos que, nem que seja escrevendo, desabafando, tentar fazer o mundo um pouco melhor. Eu sei que estamos inseridos no sistema, e portanto, ou és a favor, ou te colocam à "margem". Todavia, há maneiras inteligentes e elegantes de tentar, minimamente, modificar esse estado de coisas, e isso tem de começar por nós e em nós.

    Somos fruto, produto da sociedade onde estamos inseridos e as origens do nosso país determinam as mais diversas situações e comportamentos. Somos alegria e tristeza, amamos e desamamos, mas o mais iimportante mesmo é tentar ser feliz, apesar da tal raiz.

    A imagem escolhida por ti "casa" mto bem como teor de teu post, tal como a cor dela.

    Dias felizes. Aí é Primavera, aqui Outono k tem sido chuvoso e frio. Enfim, temos de esperar por dias melhores, que virão, se Deus quiser.

    Beijos e boa semana.

    ResponderExcluir
  3. Bom dia, querido amigo Alécio!

    Tudo bem com você? Até o tempo aí ajuda. Né? Por aqui, está chovendo, o dia está frio e sombrio, enfim, é outono.
    Temos que pensar que logo, logo, o sol vai aparecer, mas como no final da semana k passou a hora andou pra trás, aqui, horário de inverno, nem sei que horas são aí, agora.
    Essa coisa de adiantar e atrasar relógios, me faz confusão. A você não?

    Sua semana como foi? Toca seu "barco" pra frente, que tu vais chegar a bom porto, tenho certeza.

    Publiquei novo post, ontem, e qdo te for possível e te apetecer, me faz uma visitinha.

    Bom domingo e melhor semana.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Vamos lá tratar da raiz, pra ver se esssa planta, essa árvore, o mundo avança com qualidade.

    Olá, querido amigo!

    Como vai Alécio? Aqui, tudo satisfatório, excetuando o tempo k está chuvoso e aí um sol brutal. Que fazer, se a terra tem dois hemisférios?

    Te desejo continuação de boa semana. Amanhã, já é o último dia de trabalho, no público e no privado.

    Dia bem feliz.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Olá, meu lindo e querido amigo!

    Tudo bem, Alécio?

    Já estou por aqui, junto de você. Fui bem rápida!
    Fico, sempre, mto feliz com tua visita e comentário. Pois, meu poema até parece ser de cariz religioso, só que depois vira "profano" (risos).

    Claro que podes sempre contar comigo. Dois cérebros pensam mais e melhor que um. estarei por aqui, evidentemente. Fico aguardando, então, tua postagem.

    Está fresco na tua cidade? Como é o nome dela? Tu preferes temperaturas moderadas. Se compreende: os homens têm sempre mais calor k as mulheres, é uma questão hormonal, sem problemas. Imagina, então, o que é partilhar a mesma cama, nessas circunstâncias. Evidente k não se partilha. Cada qual tem seu quarto. Adoro privacidade e ter meu espaço. Eu adoro calor na casa dos 40 graus. Tenho ar climatizado na minha casa toda, mas só ligo ele de inverno, mas o ano passado descobri k era alérgica ao sistema de ventilação.

    Bom domingo!

    Beijos.

    ResponderExcluir