terça-feira, 13 de junho de 2017

Minha doce namorada

Minha doce namorada
Que tanto procuro
Muitas vezes até a madrugada
E não te encontro

Será doce como uma flor?
Terá o encanto da poesia?
Como será o meu amor?
Que me trará a alegria?

Minha doce namorada
Onde estás que não aparece?
Como será o seu rosto?
Quero te conhecer

Imagino a tua fisionomia
Linda e cheia de alegria
O brilho nos seus olhos
Algo que contagia

Como será o teu corpo?
Como será o teu beijo?
Será que já te vi?
Despertando por aí o desejo?

Minha doce namorada
Um dia vou te conhecer
Serei feliz ao seu lado
Com você aprenderei a viver


Alécio Souza

sábado, 20 de maio de 2017

Algo se perdeu

Algo se perdeu
Quando confiei em você os meus planos
Acreditei no seu amor por engano
Hoje percebo que foi um ato insano

Algo se perdeu
Quando descobri realmente a verdade
Infelizmente já era tarde
Você agiu de forma covarde

Algo se perdeu
Quando o sentimento se transformou
O amor que sentia acabou
E somente a decepção foi o que restou

Algo se perdeu
Deixando marcas difíceis de apagar
Só quero agora não parar de sonhar
E um dia voltar a amar


Alécio Souza

terça-feira, 18 de abril de 2017

Recomeço

Dúvidas cruéis assolam o meu coração
Na busca incessante de uma explicação
Não entendo porque temos que sofrer tanto
Pra conquistar algo que estamos esperando

Caminhos tortuosos temos que percorrer
No sonho da nossa alegria de viver
Ainda não sei, mas gostaria de saber
O que faço pra essa tristeza esquecer

O que me alivia é a esperança do amanhã
No sol brilhando forte de manhã
Nas pessoas amigas que conheço
E que me motivam para um novo recomeço


Alécio Souza

terça-feira, 21 de março de 2017

Despedida

Hoje é um dia de despedida
De uma pessoa muito querida
Mas é também o início de uma nova vida
Que renasce depois da partida

A dor nesse momento é imensa
Nos apunhala de forma intensa
Sentirei muitas saudades da sua ausência
De sua alegria e irreverência

Pai, onde quer que você esteja agora
Estarei sempre pensando em você
Mesmo sabendo que todos nós temos a sua hora
A sua lembrança ficará sempre na memória

Siga em paz no seu novo caminho
Que nunca mais haverá espinho
Leve consigo o amor verdadeiro
No coração que sempre foi guerreiro


Obs.: Esta é uma pequena homenagem que fiz para o meu pai um dia após a sua partida, que hoje completam exatos 8 anos. Pai, o senhor sempre foi um orgulho para a nossa família e hoje com toda a certeza o céu anda muito mais feliz com a sua presença! Que Deus sempre ilumine a sua caminhada!


Alécio Souza

terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

Uma bela canção

Uma bela canção faz a gente sonhar
Alegra os nossos dias, nos faz viajar
Canções sempre nos fazem lembrar
Momentos que vamos sempre recordar

Amores, perdas, acontecimentos, partidas
As canções marcam as nossas vidas
A nossa infância, adolescência e a maturidade
São eternas e não tem idade

Uma bela canção pode ser lenta ou agitada
Pode ser alegre, triste ou apaixonada
Nos casais é uma marca registrada
Na solidão é o consolo da pessoa abandonada

As belas canções nunca deixarão de existir
Novas ou antigas nos farão refletir
Também nos farão chorar e sorrir
E com elas sempre vamos seguir


Alécio Souza