sexta-feira, 4 de agosto de 2017

Contraste

Um dia que começa
Uma porta que se fecha
Um beijo na testa
Uma esperança que ainda resta
Um sonho não realizado
Uma fila de desempregado
Um baile animado
Um coração acelerado
Um passado que trás saudades
Uma paixão que não tem idade
Uma conversa que vira amizade
Um mundo cheio de maldade
Uma canção de amor
Um perfume de uma flor
Um tempo que se passou
Uma lembrança que trás dor
Um futuro diferente
Um país decente
Com pessoas inteligentes
Vivendo dignamente


Alécio Souza

terça-feira, 11 de julho de 2017

Pessoa perfeita

De encontros e escolhas malfeitas
Vivemos a procura da pessoa perfeita
Mas pessoas perfeitas não existem
Nem casais que nisso acreditem

Por isso vivo neste mundo a deriva
A espera de uma nova expectativa
Olhando para o infinito
E imaginando um final bonito

A vida real não é como o cinema
Onde se encontra a sua alma gêmea
Todas as pessoas têm os seus defeitos
Não há ninguém perfeito

Agora eu só procuro a calmaria
Saborear uma deliciosa iguaria
Não penso no meu par
Quero apenas contemplar o mar


Alécio Souza

terça-feira, 13 de junho de 2017

Minha doce namorada

Minha doce namorada
Que tanto procuro
Muitas vezes até a madrugada
E não te encontro

Será doce como uma flor?
Terá o encanto da poesia?
Como será o meu amor?
Que me trará a alegria?

Minha doce namorada
Onde estás que não aparece?
Como será o seu rosto?
Quero te conhecer

Imagino a tua fisionomia
Linda e cheia de alegria
O brilho nos seus olhos
Algo que contagia

Como será o teu corpo?
Como será o teu beijo?
Será que já te vi?
Despertando por aí o desejo?

Minha doce namorada
Um dia vou te conhecer
Serei feliz ao seu lado
Com você aprenderei a viver


Alécio Souza

sábado, 20 de maio de 2017

Algo se perdeu

Algo se perdeu
Quando confiei em você os meus planos
Acreditei no seu amor por engano
Hoje percebo que foi um ato insano

Algo se perdeu
Quando descobri realmente a verdade
Infelizmente já era tarde
Você agiu de forma covarde

Algo se perdeu
Quando o sentimento se transformou
O amor que sentia acabou
E somente a decepção foi o que restou

Algo se perdeu
Deixando marcas difíceis de apagar
Só quero agora não parar de sonhar
E um dia voltar a amar


Alécio Souza

terça-feira, 18 de abril de 2017

Recomeço

Dúvidas cruéis assolam o meu coração
Na busca incessante de uma explicação
Não entendo porque temos que sofrer tanto
Pra conquistar algo que estamos esperando

Caminhos tortuosos temos que percorrer
No sonho da nossa alegria de viver
Ainda não sei, mas gostaria de saber
O que faço pra essa tristeza esquecer

O que me alivia é a esperança do amanhã
No sol brilhando forte de manhã
Nas pessoas amigas que conheço
E que me motivam para um novo recomeço


Alécio Souza